Anuncios

 

                   PAI COM CARA DE MÃE
.
     O modelo de pai brasileiro mudou muito nos últimos anos. Há alguns anos atrás, os homens, trajando suas capas de machistas e normalmente desligados das tarefas domésticas deixavam com suas esposas a parte mais árdua
da maternidade: Cuidar dos filhos.
     Hoje, apesar de ainda ser uma minoria, já é comum ver um pai trocar fraldas, dar banho, levar e buscar na escola, participar das reuniões de pais, colocar prá dormir.
     Nos estados unidos eles já tem até apelido, são os “Etay-at-home-dads” ou “pais que ficam em casa”. Ao contrário da maior parte dos pais brasileiros, vários pais americanos assumem a troca de fraldas em tempo integral. Recente pesquisa indica que nos EUA, mais de 160 mil homens permanecem em casa exclusivamente para criar os filhos, enquanto suas mulheres trabalham fora. Outros se dividem entre trabalhar em casa e cuidar das crianças.
     No Brasil este quadro ainda está longe de ser alcançado, as próprias mulheres contribuem com esta diferença cultural. Aqui em terras tupiniquins, os pais, são muitas vezes colocados de lado e até criticados pelas mães quando, vez ou outra, se aventuram na difícil tarefa de dar um banho, trocar uma fralda ou até mesmo no relacionamento cotidiano com os filhos. Pior para as próprias mães que não perceberam o potencial que um pai pode ter.
     Mães, aprendam a ver o que existe de bom na união de pai com mãe ( o chamado “PÃE” ) e tirem proveito disto. Pense duas vezes antes de criticar o pobre pai, porque a fralda que ele acabou de trocar está meio frouxa, evite comentar que o bebê esta com dor de ouvido, porque provavelmente, o pai deixou encher de água na hora do banho. Paciência, ele também esta se descobrindo como pai, tanto quanto você como mãe.
     Até o olhar de um futuro pai é estranho. Ele aguarda alguém que vai chegar alguém que também é parte dele e que ele só sabe o sexo e nada mais. É nesta hora que o homem se sente a terceira pessoa da casa, o bebê é o principal foco, enquanto isto a grávida fica cheia de “não-me-toque”, sensível, pidona.
     Ser pai começa por aí, entendendo as razões das mulheres e participando ativamente de todo o processo de uma educação saudável. Foi-se o tempo em que o homem ocupava a posição de “Provedor do lar”, era só ele quem trabalhava para sustentar a família e quem tomava todas as decisões importantes. Já a mulher era incumbida dos cuidados com a casa e com os filhos.
     Nenhum homem deve ficar constrangido ao executar tarefas chamadas “DOMÉSTICAS” e não deve haver nenhum tipo de conflito nos cuidados e na educação dos filhos.
     A mulher deve ser reverenciada eternamente pelo dom da maternidade.
     Parabéns aos pais, pela mudança de comportamento.
     Parabéns as mães, pela força e sabedoria.
Parabéns pelo seu dia! Mães do mundo.
  .

Faça um comentário! Sua opinião é muito importante!

Postar um comentário

 
Top